Tingimento de pétalas com anilina: Do preparo a combinação de cores

O processo de preparo da anilina para pigmentação do E.V.A. deve ser feito com bastante atenção, pois conseguir trabalhar com uma anilina de boa qualidade é um dos requisitos fundamentais para a produção de peças em E.V.A.

Um dos itens indispensáveis para o preparo da anilina é o Álcool 96, cuja venda está, atualmente, proibida, segundo as normas de segurança da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Porém, é possível substituir o uso do Álcool 96 pelo Etanol durante o preparo da anilina. Nesse caso, o Etanol pode ser comprado em postos de gasolina. Cuidado!

Para dar início ao procedimento, é necessário escolher uma tonalidade de anilina e diluí-la em meio litro de Etanol que deverá estar preferencialmente dentro de um recipiente de vidro e com tampa.

Feita a diluição, devemos mergulhar um pequeno pedaço de E.V.A. para verificar se o tom obtido está de acordo com o desejado. Se a tonalidade estiver mais clara do que o esperado, basta ir adicionando pequenas doses de anilina ao recipiente de vidro. Em situação inversa, caso esteja mais escura do que deveria, é preciso acrescentar um pouco mais de Etanol.

Além das cores tradicionais da anilina, é importante saber criar novas tonalidades, que serão essenciais para tornar o trabalho final mais autêntico e valorizado.

Pétalas de EVA com duas cores misturadas

  • Para combinar tons de cores na espuma E.V.A., devemos utilizar duas ou mais cores, sendo preferencialmente uma cor “quente” com uma cor “fria”. As cores quentes são aquelas que transmitem uma sensação de calor, como o vermelho e laranja. Já as cores frias podem ser associadas à água e ao gelo, como o azul e o verde.
  • O próximo passo é usar E.V.A. branco, pois no colorido, o tingimento não funcionaria da forma desejada.
  • Feito isso, você pode mergulhar metade da pétala de E.V.A., devidamente cortada de acordo com o molde desejado, no recipiente de cor quente e a outra metade no recipiente que contém a cor fria. Por exemplo, caso o molde seja uma flor com quatro pétalas, podemos dividir duas pétalas para cada recipiente.

Macete: como a tinta (anilina diluída no álcool) espalha com facilidade no E.V.A., você pode utilizar a técnica de pintura em aquarela para sobrepor cores e criar pétalas incríveis. Use o movimento da mão para espalhar a tinta de forma natural.

  • Após serem mergulhadas na anilina, as pétalas devem ser enfileiradas para secar por doze horas. Lembrando que aquelas que foram tingidas pela cor quente devem permanecer separadas das que receberam a tintura da cor fria. Depois de esperar pelas horas de secagem, os moldes estarão prontos e já poderão ser utilizados.

Se você tiver alguma técnica diferenciada, compartilhe conosco, nossas amigas e amigos do artesanato vão adorar aprender novas técnicas 😉

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *