Por que meu E.V.A. não pega tinta?

Esta é uma dúvida que aflige muitos artesãos e artesãs, principalmente os que estão iniciando no artesanato. Basta uma breve pesquisa em buscadores como o Google para encontrar dezenas de sites e blogs que ensinam inúmeras técnicas, além de apresentarem diversas tintas e pigmentos para pintura em E.V.A., mas qual deles utilizar e como utilizá-los?

É justamente a relação Material x Técnica que nos permite compreender o porquê de o E.V.A. não estar aderindo à tinta.

Vale lembrar que, neste post, abordaremos algumas técnicas, materiais e motivos que podem estar originando tal problema ao colorir/pigmentar a borracha de E.V.A.

Materiais

Antes de tudo, é preciso compreender que algumas técnicas têm particularidades que devem ser respeitadas.

Atente-se a técnica que você tem utilizado para riscar o E.V.A. Algumas pessoas preferem utilizar lápis preto nº2, mas devem estar atentas ao fato de que o pó do grafite pode criar borrões no E.V.A., além de impedir a boa fixação da tinta.

Caso você queira conhecer um pouco mais sobre Técnicas para riscar o E.V.A., clique aqui.

Para que não ocorra o risco da tinta não fixar no E.V.A., evite riscar o contorno (molde) com canetas esferográficas e/ou lápis preto nº 2, ou qualquer outro material que solte resíduos (pó), pois eles criam uma espécie de camada que impede a fixação da tinta.

Caso você identifique que existem resíduos, manchas que causam borrões, lembre-se de que o E.V.A. é um material versátil, basta apenas limpá-lo, preferencialmente com pano úmido e detergente neutro.

Tintas que o E.V.A. adere bem

Antes de começar a pintar o E.V.A., certifique-se de que a superfície dele está limpa.

Tintas acrílicas para tecido são excelentes para aplicação em E.V.A., pois este tipo de tinta, após o período de secagem, não sofre desgastes com a ação da água, não desbota, não borra e não mancha.

Anilina de qualidade é, também, uma excelente escolha. Assim como os profissionais da Floart, muitos artesãos e artesãs a utilizam, por se tratar de um pigmento que o E.V.A. absorve muitíssimo bem e possui um ótimo rendimento.

Depois de tingir o E.V.A. com anilina, deixe-o secar de um dia para o outro, somente depois deste período é que o E.V.A. estará pronto para receber o friso.

Se você ainda não trabalha com anilina ou possui dúvidas de como prepara-la para o uso adequado, leia o post “Tingimento de pétalas com anilina – Do preparo à combinação de cores” e confira a explicação completa.

Produtos que o E.V.A. não absorve ou não adere bem

Algumas pessoas utilizam tinta guache, maquiagem e lápis aquarelável. Claro que você é livre para testar diversas técnicas e utilizar um destes materiais, os quais podem trazer resultados muito interessantes, mas tenha em mente que eles são sensíveis a água e ao toque, com exceção de algumas maquiagens.

Entretanto, se quiser que estes materiais não borrem, utilize Verniz Aerosol Acrílico ou ainda Verniz Acrilex, pois eles ajudam a fixar materiais sensíveis a água, evitando manchas e borrões.

Esperamos que tenha gostado das dicas. Se ainda tiver dúvidas ou quiser enviar sugestões de novos posts, utilize formulário que está no final deste post, é muito bem fácil. Envie-nos seus comentários com sugestões, elogios ou dúvidas, sua participação é fundamental para que possamos continuar a publicar material do seu interesse e com qualidade.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *