O artesanato como terapia e apoio à renda familiar

Mais do que uma forma de trabalho ou hobby, o artesanato é uma verdadeira terapia ocupacional, sendo uma atividade bem importante para aliviar o estresse e ajudar as pessoas a viverem melhor. Além disso, ainda é possível que as artesãs ganhem uma renda extra com o artesanato. Em um mundo cada vez mais cheio de responsabilidades e com cobranças cada vez maiores, buscar alternativas que aliviem as pressões do dia a dia é uma ótima ideia. Mas quais os benefícios do artesanato para a saúde e para o bolso?

Benefícios do artesanato para a saúde

Psicólogos, terapeutas e outros profissionais que estudam a mente sempre indicam atividades manuais para manterem seus pacientes ocupados. A concentração exigida pela prática do artesanato desenvolve a rapidez de raciocínio, ajuda as pessoas a expressarem emoções, sentimentos e, principalmente, a criatividade. Dessa maneira, o artesanato é usado como prevenção e tratamento de mudanças de humor, depressão e outras doenças que tanto assustam as pessoas atualmente.

Artesanato como renda extra

No Brasil, a prática do artesanato sempre foi bastante intensa graças à grande diversidade cultural do país, bem como à disponibilidade de diversos produtos para que artesãos e artesãs confeccionem produtos bastante variados. Além disso, a criatividade é uma grande característica do povo brasileiro e as técnicas empregadas no manuseio das matérias-primas traduzem a riqueza do artesanato no país.

Além de colocar a alma da rica cultura brasileira em arte, o artesanato é um setor da economia que segue em crescimento, com um grande potencial de geração de renda e de trabalho para inúmeras pessoas. Sendo assim, com uma mentalidade empreendedora, milhares de artesãos e artesãs se organizam em coletivos que valorizam as habilidades artísticas de cada indivíduo e constroem redes de colaboração e venda de produtos pelos quatro cantos do país.

De maneira geral, os trabalhos artesanais podem ser enquadrados em duas categorias:

  • A primeira diz respeito aos produtos ligados às culturas e tradições locais, como artefatos indígenas, brincos, utensílios de cozinha, bebidas, entre outros, feitos a partir de matérias-primas locais.
  • A segunda está ligada aos produtos feitos manualmente a partir de matérias-primas industrializadas, como bordados, quadros, flores em EVA etc. Apesar de não estarem diretamente ligados à heranças culturais específicas, esse tipo de trabalho envolve a essência do artesanato: a produção manual de objetos.

Seja qual for a finalidade, cada peça feita por uma artesã é única e as relações comerciais que existem entre artesãos e clientes também. Isso faz com que exista uma ligação diferente entre o produtor e comprador, uma relação mais próxima e leve, que busca atingir um objetivo comum: fazer com que ambas as partes se sintam satisfeitas com a troca.

Como ganhar dinheiro com artesanato?

Para quem enxerga os benefícios do artesanato mas não sabe por onde começar a colocar a mão na massa, uma ótima possibilidade são as flores feitas em EVA. Versáteis, elas podem ser combinadas em arranjos super delicados, podem servir como decoração de festas, como lindas lembrancinhas e, claro, um complemento à renda familiar.

Para fazer os arranjos, são necessários poucos materiais como EVA, cola quente, arames e barbantes. Você pode acrescentar detalhes feitos a partir de outras matérias-primas, já que não existe nenhuma regra a ser seguida quando o assunto é a criatividade.

As flores artificiais estão super em alta e figuram inclusive nas tiaras e outros acessórios. A coroa de flores, como é conhecida a faixa de cabelo, tem sido muito usada ultimamente e segue com um produto bastante procurado pelas consumidoras.

Que tal aproveitar o momento e investir em suas habilidades como artesã? É a possibilidade ideal para quem deseja apostar em novidades, dar uma mudança na vida com leveza e criatividade e ainda descolar uma renda extra no final do mês.

Está pronta? Fique atenta aos materiais necessários, pesquise sobre técnicas e ideias e mão na massa! Ou melhor, nas flores! Boa sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *